Pecuaristas de Goiás buscam diálogo com frigoríficos


Na manhã da última quarta-feira (11), a Comissão de Pecuária de Corte da Federação de Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e pecuaristas do estado, se reuniram com representantes dos três maiores frigoríficos de Goiás: JBS, Marfrig e Minerva. A pauta principal foi apresentar e debater políticas de relacionamento entre os pecuaristas e os frigoríficos. Outros assuntos como as exigências dos mercados internacionais de carne no Brasil e no mundo, o preço da arroba e a qualidade do gado que é vendido, também estiveram em discussão.

Para o presidente da Comissão, Maurício Velloso, esta é a primeira vez que pessoas mais próximas do processo de compra e venda de gado se dispõem a ficar “cara a cara” com os produtores. Velloso também salientou que o objeto é avançar cada vez mais. “Apesar de vivermos um momento complicado na economia, temos que nos esforçar para seguirmos sempre em frente”, disse. “É importante sempre ver o outro lado do balcão”, concluiu. A afirmação foi amplamente pontuada nos debates e a iniciativa foi elogiada.

Christiane Rossi, assessora técnica da Faeg, para a área de Pecuária de Corte, contou que o objetivo da reunião foi atender uma demanda dos pecuaristas, que buscavam conhecer as políticas de relacionamento entre frigoríficos e fornecedores. “Eles queriam entender as necessidades das indústrias, além de buscarem melhores remunerações em função das qualidades dos animais ofertados”, explicou. Leia mais.

Fonte: Dinheiro Rural

 

Copyright © 2020 Pastagem.org. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre liberado sob os termos da Licença Pública Geral GNU.